Rf hearing tinnitus desaparece,tinnitus idiopatico tratamiento,tinnitus support forum success stories juegos - Good Point

Fotosearch Stock Photography and Stock Footage Royalty Free ImagesStock Photography & Royalty Free Stock Photos licensed by Publitek, Inc.
You must have JavaScript enabled in your browser to utilize the functionality of this website. Our product comparison charts can help you determine the features you want and need for alarm clocks, telephones, TV amplifiers and more!
Come out and join us Saturday, September 27 at Lake Calhoun in Minneapolis, MN for some fun exercise at HLAA's Walk4Hearing! Audicao, Zumbido, Inteligibilidade da fala, Audiometria da fala, Grupos etarios, Distribuicao por sexo.
Hearing, Tinnitus, Speech intelligibility, Speech audiometry, Age groups, Sex distribution.
Introducao: A compreensao da fala e um dos aspectos mensuraveis mais importantes da funcao auditiva humana. Introduction: The understanding of speech is one of the most important measurable aspects of human auditory function. INTRODUCAOExiste uma forte correlacao entre zumbido e perda auditiva (1), sendo que o zumbido e encontrado em 65% das perdas auditivas neurossensoriais, 5% das perdas mistas e 4% das perdas condutivas, porem ha dados que mostram a presenca de zumbido tambem em individuos com audicao normal (2). Leveraging advanced Neuro-Compensator technology, the VitaSound PAE-300 is pre-programmed with four different Neural EQ modes, each of which provide different levels of audio enhancement. Influence of Tinnitus Percentage Index of Speech Recognition in Patients with Normal Hearing.
No ultimo caso, a presenca isolada do zumbido pode ser o primeiro sintoma de alguma patologia que somente sera diagnosticada depois do aparecimento da perda auditiva.O zumbido nao e caracterizado como uma doenca, e sim como um sintoma, no entanto, afeta milhares de pessoas no mundo inteiro (3). Users will benefit from being able to choose the Neural EQ mode which best matches their unique listening preference.
Objetivo: Investigar possiveis alteracoes no Indice Percentual de Reconhecimento de Fala (IPRF) em individuos portadores de zumbido que apresentem audicao normal e analisar a relacao entre zumbido, genero e idade.
Objective: To investigate possible changes in the Percentage Index of Speech Recognition (SDT) in individuals with tinnitus have normal hearing and examining the relationship between tinnitus, gender and age. A compreensao da fala e um dos aspectos mensuraveis mais importantes da funcao auditiva humana (4). Metodo:Estudo retrospectivo, atraves da analise de prontuarios de 82 individuos de ambos os generos, com idade entre 21 a 70 anos, totalizando 128 orelhas com audicao normal. Methods:A retrospective study by analyzing the records of 82 individuals of both genders, aged 21-70 years, totaling 128 ears with normal hearing. O zumbido prejudica a qualidade de vida, causando prejuizo na comunicacao (5).Para um diagnostico audiologico completo, e imprescindivel a realizacao das medidas de reconhecimento de fala (4). As orelhas foram analisadas separadamente, e divididas em grupo controle, sem queixas de zumbido, e grupo estudo, com queixas de zumbido.
The ears were analyzed separately, and divided into control group, no complaints of tinnitus and group study, with complaints of tinnitus. O Indice Percentual de Reconhecimento de Fala (IPRF) tem por objetivo medir a inteligibilidade da fala, sendo realizado em uma intensidade fixa e confortavel ao paciente, o qual deve repetir o maior numero de palavras monossilabicas corretamente (6,7).
Foram analisadas as variaveis genero e faixa etaria dos grupos e verificada a influencia do zumbido no IPRF. It was considered normal, the percentage of 100% correct and changed, and the value between 88-96%. E considerado resultado dentro do esperado, quando o percentual for de 88 a 100% de acertos, sendo a intensidade apresentada a 40 dB acima da media tritonal (500, 1000 e 2000 Hz) (6).
Foram adotados estes criterios, ja que o percentual inferior a 88% de acertos e encontrado em individuos com perdas auditivas neurossensoriais. These criteria were adopted, since the percentage below 88% correct is found in individuals with sensorineural hearing loss. A presenca do zumbido e o baixo IPRF podem gerar alteracoes significativas na comunicacao do individuo e consequentemente na qualidade de vida.


Resultados: Nao se observou diferenca estatisticamente significante entre as variaveis faixa etaria e zumbido, IPRF e zumbido, somente entre genero e zumbido. Results:There was no statistically significant difference between the variables age and tinnitus, and tinnitus SDT, only gender and tinnitus. Encontrou-se prevalencia de zumbido no genero feminino (56%), maior ocorrencia de zumbido na faixa etaria de 31 a 40 anos (41,67%) e menor ocorrencia entre 41 a 50 anos (18,75%) e quanto ao IPRF, houve maior percentual de alterado em individuos portadores de zumbido (61,11%). Conclusao: O zumbido nao interfere no IPRF e nao ha relacao entre zumbido e idade, somente entre zumbido e genero. Conclusion: The buzz does not interfere with SDT and there is no relationship between tinnitus and age, only between tinnitus and gender.
Utiliza-se uma lista de 50 palavras monossilabicas, sendo apresentadas 25 palavras em cada orelha, com intensidade de 40 dBNS. Espera-se que individuos com audicao normal apresentem entre 92 a 100%, ou seja, o individuo podera apresentar ate dois erros (7).Das 480 avaliacoes audiologicas analisadas, somente 82 estavam de acordo com os criterios de inclusao. Essas avaliacoes foram divididas em: Grupo Controle (GC), composto por individuos sem queixa de zumbido e Grupo Estudo (GE), composto por individuos com queixa de zumbido, porem, nesse estudo, foram analisadas as orelhas separadamente dentro dos criterios supracitados.
Foram analisadas estatisticamente as variaveis genero e zumbido, faixa etaria e zumbido, assim como a influencia do zumbido no IPRF do Grupo Estudo.Para analise estatistica, esse estudo classificou os resultados do IPRF como, IPRF sem influencia, quando o percentual obtido foi de 100% de acertos e como IPRF com influencia, quando o valor encontrado foi 92 e 96%. Foram adotados estes criterios, ja que o estudo foi composto apenas de individuos normo-ouvintes, ou seja, que apresentaram IPRF acima de 88%.
O percentual inferior a 88% de acertos e encontrado em individuos com perdas auditivas neurossensoriais (7).Os grupos foram analisados estatisticamente atraves dos testes nao-parametricos qui-quadrado e teste de diferenca entre duas proporcoes, sendo o valor de significancia de 0,05 (5%), o que e estatisticamente significante quando o valor de significancia calculada (p) for menor do que o nivel de significancia adotado. Houve prevalencia do genero feminino em ambos os grupos, com percentual de 56% no grupo estudo e 75% no grupo controle (Grafico 1).
Com relacao ao genero e a presenca ou ausencia de zumbido, foi encontrada diferenca significativa, atraves do teste qui-quadrado (p=0,023). Esta diferenca encontrada deve-se ao elevado numero de individuos do sexo feminino no grupo controle.Foi utilizado o teste qui-quadrado para comparar a variavel genero com IPRF sem influencia e IPRF com influencia, porem nao houve diferenca significante (p=0,787), no entanto, nota-se que houve maior numero de IPRF com influencia no genero feminino (Tabela 1). Entre os individuos do GE (com queixas de zumbido), observou-se que a faixa etaria de 31 a 40 anos (faixa 2) apresentou maior ocorrencia de zumbido (41,67%) (Grafico 2), porem, a media de idade dos individuos com IPRF sem influencia (41,43 anos) e IPRF com influencia (41,57 anos) encontra-se na faixa etaria de 41 a 50 anos (faixa 3). Comparando as faixas etarias da amostra, observou-se que a faixa etaria que menos apresentou queixa de zumbido foi a de 41 a 50 anos (faixa 3), com 18,75%. A que apresentou mais queixas de zumbido, foi a faixa 2 (de 31 a 40 anos), com 23,44%, concordando com o grafico anterior (Grafico 2).
A faixa etaria 5 (de 61 a 70 anos) foi a que apresentou menor numero de orelhas em ambos os grupos (Grafico 3).Analisando as variaveis zumbido e IPRF de ambos os grupos, nao se observou diferenca estatisticamente significante, quando aplicado o teste do qui-quadrado (p = 0,20).
Porem, verificou-se que ha maior percentual de IPRF com influencia em pacientes portadores de zumbido (61,11%) em relacao a nao-portadores (50%). Comparando ainda, os IPRF com influencia de ambos os grupos, atraves do teste para diferenca entre duas proporcoes (p=0,21) nao se observou diferenca estatisticamente significante (Grafico 4).Grafico 1. Amostra de individuos com zumbido distribuidos quanto a variavel faixa etaria.DISCUSSAODe acordo com o National Institute of Health, o zumbido e um sintoma muito frequente, afetando cerca de 15% dos americanos (9). Um estudo (10) a respeito da prevalencia do zumbido em uma amostra aleatoria de uma capital brasileira, concluiu que 25% dos pesquisados apresentaram essa queixa, independente da configuracao audiometrica apresentada.
Porem, neste estudo, com apenas individuos com audicao normal, 7,5% do total de individuos atendidos no periodo estudado, apresentaram queixas de zumbido.
Este achado concorda com a literatura, que refere (1, 11) percentual muito proximo a este (7,4% e 8 a 10%).
O genero feminino prevaleceu nos dois grupos (Grafico 1), sendo encontrada diferenca estatisticamente significante entre os grupos. Estes achados corroboram com outro estudo (1) semelhante, no qual a proporcao de mulheres tambem foi maior em ambos os grupos, (67,3% no grupo de estudo e 55,6% no grupo controle), porem nao houve diferenca significante entre os grupos.
A faixa etaria que apresentou maior numero de individuos portadores de zumbido foi a de 31 a 40 anos (41,67%). Resultado semelhante a esse foi encontrado na literatura (13), a qual refere maior numero de individuos com idade abaixo de 40 anos (46,6%).


Algumas pesquisas (1,14) afirmam que o zumbido aparece apos os 40 anos e outro estudo referiu media de idade do grupo com queixa de zumbido de 45,62 anos (14). Acredita-se que este numero reduzido de individuos deve-se a alta incidencia de perda auditiva nesta faixa etaria, a qual nao se inclui nos objetivos desse estudo.
Ha predominio de perda auditiva em pacientes idosos, geralmente com media de idade igual a 65 anos (2).
A literatura (15) ainda aponta o aumento do zumbido com o aumento da idade.Cerca de 95% da populacao normal ja sentiu zumbido, mas ele e considerado importante quando se torna continuo e incomodativo (16). Os casos de zumbido em individuos com audicao normal constituem uma amostra muito importante, pois suas caracteristicas podem ser atribuidas exclusivamente ao zumbido, e nao a perda auditiva (17).
Nesses casos, o impacto e maior, causando ansiedade, irritacao, tensao, insonia e, algumas vezes, ate depressao (18,19).
O paciente portador de zumbido deve sempre ser submetido a avaliacao medica para diagnostico e tratamento de possivel patologia de base (20).
Acredita-se que nos individuos acometidos, ocorra uma perda da modulacao das celulas ciliadas externas com as celulas ciliadas internas normais, gerando uma atividade anormal das vias auditivas, interpretadas de forma erronea como um som. As celulas ciliadas externas mais susceptiveis a lesao sao aquelas localizadas na regiao mais basal da coclea.
Outra hipotese para a ocorrencia de zumbido em individuos sem perda auditiva, poderia ser explicada pelo dano difuso de ate 30% das celulas ciliadas externas em toda a espiral da coclea, sem haver o comprometimento do limiar auditivo (3). Em vista disso e considerando que, o zumbido e na maioria dos casos, um problema debilitante (21) podendo levar ate o portador a tentativa de suicidio (22), ressalta-se a importancia da investigacao sobre o zumbido.
Pode ser um sintoma de algumas patologias, tais como: otologicas, metabolicas, psiquiatricas, odontologicas, traumaticas, cardiovasculares, neoplasicas, neurologicas e farmacologicas (9, 23,24).
Sabe-se que o zumbido e um transtorno que produz incomodo na vida social, no desempenho profissional e ate mesmo na relacao familiar (25). Na maioria das vezes, pode tornar-se intoleravel, passando a interferir no sono, na concentracao e no equilibrio emocional (26). Houve maior numero de IPRF com influencia no genero feminino, provavelmente devido a prevalencia desde genero nos dois grupos estudados. A idade media dos individuos de IPRF com influencia encontrou-se na faixa etaria de 41 a 50 anos (faixa 3). Uma das possiveis explicacoes para esta piora no reconhecimento da fala, principalmente nessa faixa etaria, seria o inicio do efeito do envelhecimento, alem da influencia do zumbido. Um estudo (27) sobre envelhecimento e reconhecimento de fala em individuos normo-ouvintes, pela analise dos limiares de sentencas no silencio e no ruido, constatou que o reconhecimento de fala de individuos com mais de 50 anos foi significativamente inferior a de adultos jovens.Nao se encontraram estudos que relacionam zumbido e os testes de fala. Percentual de pacientes x IPRF.CONCLUSAOConcluiu-se que a presenca de zumbido nao interfere na inteligibilidade da fala, analisada atraves do IPRF, bem como nao ha relacao entre zumbido e idade.
Devido aos resultados encontrados nessa pesquisa e da pouca literatura encontrada, sugerem-se mais estudos com amostras maiores sobre o presente assunto.REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS1. Tinnitus with normal hearing sensitivity: extended high-frequency audiometry and auditory nerve brain-stem-evoked responses.
Gingko biloba (Rokan) therapy in tinnitus patients and measurable interactions between tinnitus and vestibular disturbances. Emissoes otoacusticas e sistema olivococlear medial: pacientes com zumbido sem perda auditiva. Experiencia do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da Universidade de Sao Paulo. Influencia do processo de envelhecimento no reconhecimento da fala em individuos normo-ouvintes.



Oticon hearing aid prices in india
Ringing ears early pregnancy symptom gas
Essential oils for sinus infection during pregnancy
01.12.2015 admin



Comments to «Rf hearing tinnitus desaparece»

  1. Emilya_86 writes:
    Aspartate production like is quite frequently to see noticed.
  2. delfin writes:
    Around 10 to 20% of Americans endure most.
  3. LOST writes:
    There are no drug rf hearing tinnitus desaparece therapies for this in situations exactly where the tinnitus is brought on by one modalities can.