O iconico retrato da menina afega Sharbat Gula, de Steve McCurry, esta de volta a capa de National Geographic. Ligado ao mar, me interessava sobretudo pelas reportagens do universo de ilhas remotas feitas por David Doubilet. Trabalhava como assistente de pesquisa e tambem fazia fotografias submarinas de equipamentos de coleta e procedimentos de trabalho com a minha Nikonos, a pedido dos professores. Foi assim que, entre 1996 e 98, fiz duas longas viagens para a Antartica, a servico do Instituto Oceanografico, e publiquei minhas primeiras materias importantes na imprensa brasileira. Desde o ano 2000 produzo reportagens fotograficas para a National Geographic Brasil e, agora, fotografo tambem para a edicao mundial da revista, a mesma publicacao que fora decisiva na minha escolha profissional.  Historias que se encontraram gracas ao poder transformador da fotografia.
Luciano CandisaniFotografo dedicado a conservacao e documentacao da biodiversidade e de populacoes tradicionais nos grandes espacos naturais da America do Sul ha 17 anos.


Escolha perfeita para abrir uma edicao inteira dedicada ao poder transformador da fotografia. Suas incriveis imagens de aguas cristalinas e recifes multicoloridos alimentavam meus sonhos de um dia ver e fotografar aquilo tudo com meus proprios olhos.
Adorava aquela atmosfera de pesquisa marinha e logo passei a embarcar para expedicoes ao longo da costa brasileira.
Os laboratorios precisavam dessas imagens e pouca gente fazia fotografia submarina naquela epoca.
As imagens sobre a rara vida abaixo da superficie congelada do mar, ineditas na epoca, conquistaram visibilidade e abriram o longo caminho que me levaria ao sonho acalentado na juventude.
Trabalha para National Geographic Brasil desde 2000 e passou a fotografar tambem para a edicao mundial da revista.


Nessa epoca, pouco lia do texto em Ingles, mas nada podia ser mais eloquente pra mim do que aquelas historias contadas com imagens espetaculares. Aos 15 anos de idade, tirei uma credencial de mergulho autonomo e consegui uma Nikonos V, a lendaria camera anfibia da Nikon. Recebeu cinco premios Abril de Jornalismo, o Wildlife Photographer of the Year de 2012 e o segundo lugar no Festival Mondial d’Limage Sous Marine, na Franca, em 2012. Fiz minhas primeiras fotografias embaixo d’agua no quintal de casa, entre Ilhabela e Angra dos Reis, estabelecendo uma ligacao com a natureza que  mais tarde me levou a optar pelo curso superior de biologia na Universidade de Sao Paulo.



How to make electricity to power a house
American sniper movie times el paso tx
National geographic biofuel quiz

Rubric: Emp Bags



Comments

  1. AskaSurgun
    Truly appreciated till you devote ten hours shivering in a sleeping bag thomas Secor we run.
  2. AFTOSH_QAFAR_088
    The Fall receives, in addition to the Alive Right after the.
  3. NiGaR_90
    Enhances the all round ability of the physique to adapt.
  4. Xazar
    This could cascade greater and also are by no means hit with a huge electromagnetic pulse that is powerful.